Homeopatia   .   Currículo   .   Publicações   .   Notícias   .   Contato  
Notícias
23
mar
Cólica em recém-nascido & Homeopatia

Cerca de 20% dos recém-nascidos sofrem de cólica, normalmente entre os primeiros 15 dias até o 3º mês de vida. O bebê chora de forma inconsolável, às vezes grita, agitando e encolhendo as pernas e liberando gases, normalmente no mesmo horário. Os episódios de choro podem ocorrer a qualquer hora do dia, mas geralmente, agravam-se ao final do dia ou início da noite.

Uma teoria é que a cólica acontece por imaturidade do sistema digestivo do bebê. Essa imaturidade faz com que as paredes intestinais se contraiam e relaxem sem controle e isso pode resultar em gases e levar à cólica. Não é cientificamente provado que a alimentação da mãe pode dar cólica ao bebê que amamenta, mas há muitos relatos de mães sobre isso. Fique atenta a alimentação e se perceber que quando come algum tipo de alimento seu bebê tem cólica, evite esse alimento pelo menos até os 3 primeiros meses de vida da criança.

Procure sempre manter o ambiente calmo e tranquilo durante a amamentação e nos horários mais frequentes da cólica, assim como, descubra formas de confortá-lo, cada bebê se sente seguro e amado do seu jeito.

Na hora da crise há diversas opções para acalmar o bebê. O uso de calor locar ajuda muito, seja com uma bolsa térmica ou encostando a barriga do bebê com a dos pais, massagem no abdome em sentindo horário, banho morno, enrolar o bebê em um cueiro como um pacotinho, oferecer o seio e, em último caso, medicar.

A homeopatia é uma alternativa de tratamento com uma excelente resposta. Os bebês que recebem a medicação apresentam melhora das cólicas e dos gases rapidamente, mas deve-se lembrar que a fórmula é individualizada, cada bebê apresenta sintomas particulares e a medicação contempla essa individualidade.