Buscar
  • sccservicosmedicos

Lombalgia

Chikungungya é uma doença infecciosa febril, causada pelo vírus Chikungunya (CHIKV), que pode ser transmitida pelos mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus.Tendinite é a inflamação do tendão, uma estrutura fibrosa que une o músculo ao osso.


Lombalgia é um quadro de dor em região lombar e em geral 5% da população, em um dado momento da vida, apresentará dor lombar e cerca 70% dos casos são recidiva de um problema lombar anterior.


Há diversas causas para a lombalgia. Frequentemente o problema é postural, isto é, causado por uma má posição ao se sentar, deitar, abaixar ou para carregar algum objeto pesado. Outras vezes pode ser causada por inflamação, infecção, hérnia de disco, artrose e até mesmo causa emocional. A flacidez muscular e a falta de condicionamento físico também podem gerar dores fortes e transitórias.


Na maioria das vezes o diagnóstico é estabelecido através da anamnese detalhada e de um exame físico minucioso. Em caso de dúvida, o passo seguinte é o exame de imagem.


Durante as crises agudas ou na lombalgia crônica, a dor causa limitação na vida da pessoa, restringindo desde o trabalho, o lazer, as atividades diárias, o sono, a locomoção e até mesmo os cuidados pessoais. A limitação física e a mudança dos hábitos diários podem resultar em um sentimento de perda que impacta o humor e o estado mental.


Os tratamentos para lombalgia variam de acordo com as causas e o grau da condição clínica do paciente. Usualmente o tratamento inicial é conservador, utilizando-se repouso, medicação analgésica e anti-inflamatória, e fisioterapia focada para analgesia. Passada a fase aguda, sugere-se reforço muscular orientado, com o objetivo de se prevenir o avanço da degeneração discal e dividir a carga vertebral com a musculatura adjacente. Nos casos mais graves, e dependendo da patologia associada à lombalgia, cirurgias podem ser recomendadas.


A homeopatia é uma opção de tratamento tanto na fase aguda como na crônica. Seus medicamentos são capazes de melhorar a dor sozinhos ou associados aos analgésicos. Diversos pacientes com lombalgia crônica apresentaram redução de recidivas associando o tratamento homeopático ao reforço muscular (musculação, pilates ou RPG), demonstrando um sucesso terapêutico.

0 visualização

A CLÍNICA

R. Vieira Fazenda, 56 - Vila Mariana

 São Paulo - SP, 04117-030

CONTATO

Seg - Sex: 8:00 - 19:00 

​​Sábado e Domingo:  Fechado

© 2010-2020

Responsável Técnico: Camila Sollero Claudio Costa Carvalho

CRM-SP: 177.732

 

Criado com        por Marketing para Consultório

  • Facebook
  • Instagram